Organização do Giro de Itália cancela prêmios aos ciclistas mais rápidos em descidas

0
749
giro-de-italia-cancelado-premio-ciclista-descer-mais-rapido

Mauro Vegni, diretor da RCS Sport confirmou para as mídias especializadas que foi cancelado o tal prêmio extra estipulado para o ciclista que descer mais rápido no Giro de Itália 2017.

Vegni esta irritado e desapontado com a forma como o prêmio foi criticado por alguns ciclista, e até pelo vice-presidente da UCI, Tom Van Damme, da Bélgica.

“Nós simplesmente queríamos ter uma classificação extra e criar mais interesse para os fãs. Infelizmente, algumas pessoas não entenderam completamente a ideia do prêmio e outras pessoas usaram para criar caso. Decidimos eliminar a classificação e os prêmios. Vamos, mesmo assim, registrar o tempo de todos os ciclistas e usar os dados para informar os fãs sobre a velocidade dos pilotos nas descidas.”

O presidente da federação belga, Van Damme, disse que a idéia era “inaceitável” e disse que havia pedido que fosse proibida.

De acordo com o road book do Giro d’Italia, foram traçados um total de 10 segmentos, incluindo a descida do Stelvio, e o ciclista mais rápido em cada um dos segmentos receberia 500 euros. Os pontos também serão concedidos e o piloto com o máximo no final da corrida receberia 5.000 euros para o primeiro lugar, e 3.000 euros para o segundo e 2.000 euros para o terceiro.