Mulheres ciclistas // Dez formas de irritar a todas elas

0
1919
mulher-mountain-bike

1 // Ofereça premiação em dinheiro com valores diferentes entre homens e mulheres

As mulheres precisam percorrer o mesmo circuito ou trecho que os homens. Então, prêmios em valores monetário DEVEM ser os menos.

2 // Diga que AS ciclistas envergonham OS ciclistas

Os homens não conseguem aceitar o fato que são ultrapassados por mulheres em uma subida. Se você tem problemas com você mesmo, não desconte na perfomance da mulher que lhe ultrapassou. Com certeza ela se dedica muito mais que você.

3 // Diga às mulheres para “terem cuidado” em uma determinado trecho, mesmo que você não conheça sua capacidade técnica

Você sempre se acha o “macho alfa”, tenta proteger as mulheres dos perigos de uma trilha. Mas querer se passar por um instrutor técnico sem saber se a mulher em questão pode ser muito mais habilidosa que você, além de estar enganado, poderá ainda passar uma bela vergonha na trilha durante um single track quando ela te ultrapassar.

mulheres-mecanicos4 // Presumir que as mulheres são mecanicamente incompetentes

Na verdade, as mulheres tendem a ser menos confiantes em arrumar problemas em suas bicicletas. Mas enquanto os homens acreditarem na incompetência das mulheres, essa falta de confiança prevalecerá.

Ajudar uma mulher a trocar uma câmara furada é uma boa. Mas tenha certeza que elas também fariam a mesma coisa por você.

5 // Pensar que as mulheres se interessam apenas pelas cores dos produtos em uma bikeshop

Se as mulheres estão procurando por algo específico, na verdade elas querem saber se o produto é bom, se é seguro e de boa qualidade. A questão das cores ela analisará depois se houver opções disponíveis para o mesmo produto.

6 // Relate eventos como se elas quase não existissem nele

Se você dizer “e OS vencedores foram…”, e em seguida relatar apenas nomes masculinos, estará propagando a sensação generalizada de que provas e corridas são apenas para homens. Saber usar o português correto será de bom agrado à todos e todas: “e AS vencedorAS foram…”

7 // Definir menos voltas para mulheres em uma prova

Não pegando como exemplo um Tour de France, mas provas curtas regionais. Há mesmo a necessidade das mulheres terem que percorrer um trecho menor, já que se inscreveram e pagaram o mesmo valor de taxa? Com certeza ela podem e conseguem pedalar o mesmo tanto quanto os homens.

8 // Presumir que todos os nossos heróis são homens

Apesar dos sucessos de Sally Bigham, Tracy Moseley e Rachel Atherton , entre muitas outras mulheres impressionantes, raramente existem mulheres na frente de revistas. As mulheres podem ter heróis masculinos e os homens também podem ter heroínas. Enquanto as revistas se recusarem a colocar as mulheres na capa, elas desvalorização as conquistas das mulheres na elite do nosso esporte.

bicicleta-rosa9 // Ofereça tudo rosa ou pink

Pink e/ou rosa no mundo do design de bicicletas parece estar em declínio. Ainda bem, pois as mulheres gostam de produtos bonitos como os homens e valorizam componentes e equipamentos com uma aparência elegante.

10 // Usar modelos para comercializar material de bicicleta

Não é apropriado usar modelos de moda para comercializar produtos de bicicleta. Aparência das mulheres não é o que os define.

Esta estratégia machista coloca a mulher como um artigo de luxo e acima do próprio produto em questão. Já mostrar uma piloto com sua galeria de troféus e medalhas, além de elevar a força da mulher em tudo o que ela já conquistou e ainda pode conquistar, redefine essa imagem de puro consumismo que sempre é gerado.

Mas isso não é culpa de alguém em especial, é um fenômeno cultural. Mas cada um pode tomar pequenos passos para mudar as convenções coletivas na direção certa. E por favor não me chamem elas de “senhoras”. São apenas ciclistas, e das mais fortes! 😉