Joaquim Rodriguez // Mais 1 ano na Bahrain-Merida e depois, aposentadoria

0
573
joaquim-rodriguez-aposentadoria

O plano de Joaquim Rodriguez era se aposentar, mas estendeu sua carreira por mais um ano correndo na nova equipe Bahrain-Merida.

Após a prova de estrada nas Olimpíadas Rio 2016 Rodriguez tinha em mente se aposentar das competições. Já são 16 anos como profissional e a meta já estava definida: encerraria sua carreira.

Mas a Bahrain-Merida já estava perseguindo-o há um tempo e mudou seus planos.

Uma equipe fez Rodriguez mudar seus planos

“Minha decisão de abandonar a competição tem sido sempre firme. Mas a Bahrain-Merida propôs um projeto muito interessante para mim e me garantiu que eu me sentirei tão confortável e motivado com eles que eu decidi colocar um número de competidor nas minhas costas por mais um ano “, disse Rodriguez.

“Esta também é a razão pela qual eles ofereceram-me para fazer parte de sua importante lista da equipe para 2017 e a oportunidade emocionante para trabalhar dentro do pessoal técnico para 2018 e 2019. Então, eu tenho a possibilidade de retornar às corridas”.

Rodriguez sabe que precisará de um tempo para se acostumar com a aposentadoria. Mas mesmo assim, ele também se sente bem em relação à isso.

“Este papel é novo para mim. Mas a única coisa que me pediram para fazer é o que eu sei melhor: trazer toda a minha experiência e conhecimentos adquiridos ao longo da minha carreira como ciclista”, disse ele. “Eu acho que essa possibilidade é um sonho, pois era exatamente o que eu procurava.”

Um dos melhores do mundo

Ao longo de seus 16 anos como ciclista profissional, Joaquim Rodriguez ganhou a reputação como um dos melhores em subidas. Sua capacidade de escalada e explosão lhe rendeu a vitória em La Flèche Wallonne. Também venceu duas edições do Il Lombardia, campeonatos nacionais de estrada e provas por etapas, como a Volta a Catalunya e vitórias em etapas em todos os três Grand Tours.

Além de nove vitórias de etapa na Vuelta a España, ele também ficou em segundo lugar no na geral em 2015.

Brent Copeland, gerente geral da equipe, disse que Rodriguez vai impulsionar ainda mais que lineup. Sua presença também ajudará outros a obter o melhor de si mesmos.

“Ter um piloto tão elegante na equipe não só traz segurança e confiança à equipe Bhrain-Merida. Traz também consultoria especializada e orientação para os pilotos mais jovens e para o resto da equipe”, completou Copeland.

foto/capa Brakethrough Media